17.2.09

Madeirense jobs for madeirense workers

Esta é a nova medida de Alberto João Jardim. O Presidente do Governo Regional da Madeira raramente desilude quem quer ver show off e populismo em Portugal. Segundo a nova directiva do Governo da Madeira, as empresas só podem contratar 20 trabalhadores extra comunitários e só podem ser preenchidos por cidadãos extra UE se não houver candidatos portugueses e comunitários. Cheira-me que os comunitários só entram nas contas porque era demasiado óbvio barrar a todos os não portugueses trabalho, no entanto a medida não deixa de ser anti-constitucional. Desde que os cidadãos extra UE estejam legalmente em Portugal, não se pode barrar emprego ou colocar quotas. Segundo Alberto João, as obras na ilha já não são as mesma do ano 2000, portanto o governo tem que proteger os madeirenses…

A xenofobia e o racismo de Alberto João não é nada de novo, basta lembrar o episódio dos chineses e indianos que Alberto João protagonizou aqui há uns anos contra esta etnia. No entanto, Alberto João não para de surpreender com a quantidade de racismo e de baboseiras que lhe saem da boca.

2 comentários:

PDuarte disse...

em termos de baboseiras a sair da boca, o que não falta é disso por aí.
acho eu.
abraço.

cego disse...

o que fazem as autoridades portuguesas?
nada. simplesmente deixam rédea solta ao Sr. Jardim
esta não será uma questão de Estado? e antes demais, não será inconstitucional?!?
veremos o que o PR faz, ou o que não faz.