13.3.09

A corrente

No seguimento do desafio lançado pelo meu caro Luis Rothes, a quem aproveito para agradecer o desafio, aqui vai a minha contribuição para a corrente blogosférica.
Para quem não sabe, o objectivo é transcrever a quinta frase da página 161 do livro que actualmente estamos a ler.

Aproveito também, e para dar continuidade à ideia, para desafiar os meus caros:
Michael Seufert, João Maria Condeixa, Diogo Belford Henriques, Mário Nuno Neves, e Rodrigo Lobo d'Ávila

"E o Presidente Spínola, no dia seguinte, proclamava solenemente em Luanda: Se formos autênticos e se o desenvolvimento visar o bem comum de toda a população, a auto-determinação de Angola será infalivelmente a favor de Portugal."

O antigo regime e a revolução
Diogo Freitas do Amaral, Memórias Políticas (1941-1975)

The game is on!